segunda-feira, 21 de janeiro de 2019

Aviso à Navegação (introdução do livro Simples)


A experiência humana neste planeta é feita de eventos intensos. Há situações de crianças que passam fome, adolescentes que são violadas, pais que morrem deixando filhos pequenos, mulheres usadas para o tráfico de droga, adultos que abusam de crianças de variadas maneiras.
Este livro não pretende ser a solução para estes desafios. Enquanto ser humano permite-te a humildade suficiente para ajudar apenas a pessoa mais próxima de ti. Ou permite-te estender a mão e pedir ajuda.
Ninguém é independente, e ninguém possui a solução para os desafios da humanidade. Mas podes começar por ti mesmo. Hoje. Se consegues ler este livro então já és beneficiado o suficiente para poder fazer uma diferença. Podes parar a violência em ti. Podes começar por ti. E depois poderás ajudar outros.
Há sofrimento na humanidade e não é minha intenção desvalorizar esse sofrimento. É real.
A minha intenção é partilhar com quem está preparado para se questionar e descobrir como pode terminar o seu sofrimento pessoal. Se conseguires dissolver o teu sofrimento serás menos um ser humano a participar no sofrimento da humanidade, e um exemplo para outros. E isto é tudo.
Já tive o privilégio de me sentar com pessoas que perderam todos os seus bens, que perderam os seus filhos, que foram maltratadas na infância de maneiras violentas, pessoas que não tinham uma cama onde dormir. Pessoas que foram literalmente abandonadas pelos pais quando tinham quatro ou cinco anos de idade. Pessoas que viram um ente querido morrer devido aos efeitos das drogas que consumiam. Pessoas que foram violadas por um progenitor. Pessoas que realmente sofreram.
E no entanto a razão deste livro é apenas aliviar um pouco do sofrimento na tua vida. Questiona aquilo em que acreditas. É tudo o que te peço, se fores capaz. Se não fores capaz, é ok.
A vida é perfeita neste momento, para ti apenas. E é neste momento que tu podes começar a descobrir-te. A fazer as pazes com a vida. Independentemente do que te aconteceu, agora é o único momento que existe.
Permite-te por vezes não saber. Permite-te perder a razão. Permite-te ficar em silêncio quando à tua volta parece existir apenas caos.
Desejo-te uma boa viagem.
Emídio Carvalho

Sem comentários:

Enviar um comentário

Ciência e Pseudociência

As redes sociais trouxeram consigo alguns benefícios, sobretudo no que toca a partilha de informação. Contudo esta partilha de informação si...